CORAÇÃO, CURIOSIDADE, VONTADE

beijo-na-testa
Reprodução/Tumblr

O meu coração aperta. Toda vez. Toda santa vez. É só a minha mente esbarrar em você que ele se contrai, todo esquisito, sem saber como lidar. Calafrio. Suspiro.

Não te conheço bem, e isso é ruim. Mas cada uma das partes que pude conhecer são tão lindas, tão boas, tão encantadoras. Sei que você já viveu muito, já amou outras garotas por aí, já se aventurou em ruas, avenidas e estradas. Tudo bem, o mesmo aconteceu comigo. O nosso passado fez de nós o que somos hoje – e eu gosto da pessoa que você é.

Queria que você soubesse que está sendo difícil lidar com isso tudo. Não sei bem como agir quando estou perto de você, fico sem graça, não quero que dê na cara, acho que estou pagando de louca. Ao mesmo tempo, vamos lá, volte a fita e inverta as últimas frases: quando estou perto de você, fico à vontade, quero que você perceba, me sinto livre. Bipolaridade. Tudo consegue acontecer ao mesmo tempo. E olha que eu nem estou apaixonada.

Não estou escrevendo isso pra passar uma mensagem. Não, este link não vai aparecer acidentalmente na sua timeline. Você não lerá este texto franzindo as sobrancelhas e pensando “será que é pra mim?”. Nada disso vai acontecer, esqueça. A única intenção aqui é aliviar a mim mesma. Só quero me encontrar nas palavras, deixar que elas me traduzam e tirem de mim pelo menos um terço de toda essa fervura interna que está me deixando doida. Fora do eixo.

Minha autoestima sabotadora morre de medo de você me achar uma surtada. “Ela? Nem pensar. Não faz o meu tipo, é só minha amiga. Não dá.” Que saco. Sempre foi assim. Nunca achei que era boa o suficiente. Muitas vezes posso ter sido, mas deixei de saber. Nunca vou descobrir.

E eu fico aqui confabulando: já pensou se você também sente o coração e a cabeça formigando de curiosidade e vontade quando estou por perto? Seria bom. Para ser bem sincera, não é impossível. Você não é inalcançável, distante, alvo de um sentimento platônico. A gente combina, se dá bem, dá certo. Mas sei lá. Melhor não.

Na dúvida, vê se fica por perto. Por favor. É bom ver o seu sorriso e ouvir a sua risada, me faz bem. Você é legal demais. Todo mundo te adora. Sabia? Mesmo que você tenha quarenta mil defeitos bizarros e manias insuportáveis que um dia virei a conhecer, não importa. O que é bom transpira mais alto e qualquer um consegue ver.

Siga sendo você. De longe ou de perto, eu aplaudo e admiro. Prometo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s