VÁ VIAJAR, VIVA A SUA AVENTURA INÉDITA

vai
Foto: Reprodução

Há um mundo enorme te esperando lá fora.

A vida é sua, só sua, porque é você a protagonista dela. Mas disso a gente já sabe, né? Bom, não custa repetir – só para você entender de vez e ir atrás de fazer o que precisa ser feito. Não está entendendo?

Ora, estamos falando delas, das aventuras.

Vá, corra. Mas vá com tudo, sem olhar para o que ficou. Junte as suas economias, junte também a sua vontade. Se os seus sonhos existem apenas em pensamento, faça deles realidade. Ei, não desista: se você forçar um pouquinho, verá que tem lugar para todos na sua mala. E, olha, a gente já avisa: neste filme não há enredo pré-definido, tá bom? É tudo meio que na base do improviso, as câmeras te acompanham e você cria o seu roteiro.

Por isso, junte fôlego e vá. Ande, corra, suba as montanhas. Pegue os vôos. Explore o tanto que puder, mesmo que as terras já tenham sido desbravadas. Vire o mapa de cabeça para baixo, deixe o GPS maluco, dobre todas as esquinas que puder.

É o seu momento. A sua hora de fincar a bandeira. Por mais que lá em cima existam quinhentas outras, haverá um espacinho para a sua – que será a mais especial de todas.

E se você começar a viver uma cena reconhecível, daquelas que parecem já ter sido vistas antes, nem esquente a cabeça. Ainda sim, será diferente. Lembre-se de que filmes podem ser rodados inúmeras vezes com outras pessoas e outros personagens e, mesmo que você saiba de cor o final e o roteiro de todos eles, se não aconteceu com você, isso tudo não diz nada.

Desta vez, a heroína será essa pessoa aí que aparece no espelho. Não há nada melhor do que viver momentos felizes em sua própria pele, tomando decisões e sentindo as surpresas do inesperado momento seguinte. Você tem a chance de fazer a sua própria história.

Exclusiva. Só sua. Se você quiser tirar uma foto segurando a Torre de Pisa, ou sentada no jardim que fica bem na frente da Torre Eiffel, você é quem sabe, vá em frente! Abra os braços embaixo do Cristo Redentor, coloque a capa chuvosa embaixo das Cataratas do Iguaçu, navegue encantada pelos canais de Veneza e ande maravilhada pela Times Square.

Será seu, será inédito.

Pegue as malas e vá! O seu destino é o mundo – e ele está aí para ser exclusivamente seu. Não tenha medo. Viva o incrível. 

INSPIRAÇÃO: TATUAGENS BEM PEQUENININHAS

topo
Foto: Ellen Atlanta

Que tal uma tatuagem bem, bem pequenininha? Delicada demais, talvez este tipo de tattoo seja a sua cara! Tem gente que curte muito tatuagens que representem um pouquinho de quem somos ou que tragam uma mensagem legal em tamanho reduzido. O fato é que este tipo de tattoo é bem fofo e pode ser uma ótima ideia para quem está pensando em fazer a sua primeira! Vamos dar uma olhada nas inspirações incríveis deste post? Elas podem te dar uma luz com relação ao desenho ou palavra que você quer ver gravado em sua pele. 🙂

Nuvem, elefante, flor, Lua, Sol, âncora, baleia… Apareceu um tanto de desenhos incríveis aqui na primeira galeria! Já os lugares do corpo são os mais diversos: temos no pulso, perto do calcanhar, um pouco abaixo do ombro, nos dedos e embaixo do cotovelo. Uma das ideias mais fofinhas é a do pequeno coraçãozinho vermelho, sem contorno. Delicadinho demais, né?

E o tanto que são lindas as tatuagens de Sol + Lua, gente? Estrelinhas perto da saboneteira, triângulos no pulso, pequenos passarinhos, um sinal de ponto e vírgula, cruzes e até mesmo símbolos de notas musicais combinam muito com este tamanho reduzido. Mas o mais legal de todas essas fotos é que despertamnovas ideias na gente, né? Porque tattoo é algo muito pessoal e o bacana é trazer a inspiração para bolar algo novo: por exemplo, se você curte muito um esporte específico, pode se inspirar na localização e no traçado de alguma tatuagem deste post para adaptar um símbolo deste esporte nos mesmos moldes. O que acha? 🙂

Curte a ideia de fazer uma tatuagem bem pequena? Conta pra gente nos comentários!

DE OLHO NA TENDÊNCIA: CALÇA COM BARRA DESFIADA

Foto: littleblackcoconut
Foto: littleblackcoconut

Vai dizer que quando você era criança não tinha uma calça jeans com a barra desfiada?! 😛 Pois é, meu bem, a volta sempre volta! A gente sabe que estão surgindo por aí modelos de jeans cada vez mais desfiados – alguns deles têm quase uma “franja” na barra das pernas. Se você pensa que isso, na prática, não fica tão bom assim, repense: olha só as inspirações de looks que trouxemos!

Começamos com uma versão mais light, pra gente comprovar que algumas barras de calça discretas dão um toque a mais no visual e quase nem aparecem. Outras já pendem um pouco para o destroyed – e ficam legais também! Uma coisa que a gente percebe em todos os looks é que eles são sempre bem estruturados, com cores harmônicas e sapatos fechados, para não dar um ar despojado demais.

Olha só, até a atriz Emma Roberts entrou na onda! Ainda em um estilo mais leve de barra desfiada, ela usou o modelo com uma camisa de bolinhas e um scarpin vermelho. Não ficou super fofo? Aliás, para quem é baixinha, pode ser interessante apostar nos modelos de calças mais curtinhas, sabe? Já os looks restantes investiram no outfit com camisa branca e jaqueta. Ideal para o inverno que vem chegando. 🙂

Agora, finalmente, entramos no mundo das calças super franjadas! Elas chegam a ter quase um palmo de franjas. Nosso veredito por aqui é que, se encontrássemos uma destas sozinha em uma arara qualquer, não acharíamos grande coisa. Mas não é que em um look já montado elas se mostram interessantes? As combinações com maxi blazer e tênis branco deram bem certo. Lindas!

Outras ideias espertas de looks com este tipo de calça! Dá para copiar de um jeito bem fácil, porque, se você perceber, todos usam apenas cores básicas (como o preto e o branco) em contraste com o jeans. Ou seja, se você curte minimalismo, mas não dispensa uma boa nova tendência para fazer a diferença no visual, a barra da calça desfiada pode ganhar o seu coração! \o/

Dá para customizar uma calça e deixá-la assim fácil, fácil, hein? E aí, curtiu as inspirações de looks? A tendência vai ganhar um lugarzinho especial no seu armário?! Conta pra gente nos comentários!

Cinco dicas de maquiagem que toda iniciante deve saber

Foto: A Girl Obsessed
Foto: A Girl Obsessed

Sim, a gente tinha que fazer este post! 😛 Já faz algum tempinho que estamos pesquisando e descobrindo coisas legais sobre o mundo da maquiagem e, aos poucos, fomos reunindo vários truques que descobrimos. Resultado? Um post com cinco dicas de maquiagem espertas, que vão ajudar (e muito!) o seu processo de se maquiar. E aí, bora dividir conhecimento e experiências?

  • Anote!

Oi? Que tipo de dica é essa?! 😛 Sim, é uma dica: anote! A partir de agora, anote todas as instruções que você achar que dão certo pra você e, quando colocá-las em prática, se rolarem mesmo, mantenha-as anotadas. A gente vê tanta informação por aí que achamos que vamos lembrar de tudo, mas, na hora de fazer o make, acabamos nos esquecendo de um detalhe ou outro. Mas como anotar, gente? Bom, quando assistir a tutoriais que trabalhem com uma pele parecida com a sua, tome nota dos detalhes sobre os produtos interessantes. Depois, registre as funções de cada pincel (vale até colocar uma etiquetinha neles) e também anote todas as outras dicas que você julgar úteis. Tipo estas que virão abaixo! 😉

  • Limpar e hidratar a pele não é conversa furada

Não mesmo! Hoje você tem uma pele lisa e jovem, mas daqui a um tempo ela pode não ser mais assim. Isso é completamente natural, mas também não precisamos largar mão, né?! Por isso, principalmente antes da maquiagem e também assim que você tirá-la, lembre-se de limpá-la muito bem e também de hidratar! Você pode investir em produtos próprios para isso (há muitas boas opções por aí!) ou até mesmo usar soluções naturais e caseiras, como o óleo de coco, que serve para as duas funções. 🙂

  • Misture dois tons de base

Sabe quando pessoalmente parece que a sua pele está incrível, mas, na foto, ela fica de outro jeito? Então! Existem bases que são puxadas para um tom de bege e outras mais rosadas. Se puder investir em duas destas, aproveite para fazer uma misturinha com elas. Em sua mão, coloque um pouco de cada, misture com o pincel e espalhe no rosto: o tom vai ficar mais uniforme e parecido com o da sua cor “real”.

  • Lábis de boca: chegou a hora de testar

Você nunca fica contente quando passa uma cor mais forte de batom nos lábios? Acha que eles poderiam estar melhor desenhados? Então, antes de aplicar o batom, experimente passar um lápis de boca! A gente sabe que você vai dizer “mas eu não tenho um lápis da mesma cor de cada batom da minha nécessaire!” e, olha, nem precisa ter! Pode ser de outra cor se ela não chamar mais atenção do que o tom que virá por cima: o importante é que o traçado “delimitará” o traço de forma mais perfeita. Quando você passar o batom, é só acompanhar os traços. A dica também é ótima pra batons líquidos, que às vezes são ainda mais difíceis de aplicar, dificultando o processo de deixar os lábios com um formato perfeitinho!

  • Contorno para iniciantes

Se você está começando a se aventurar mais na maquiagem agora, esqueça aqueles tutoriais de rosto estilo Kardashian com paletas cremosas! Eles podem complicar a sua vida e, principalmente agora, não vai dar muito certo ficar colocando camadas e mais camadas de maquiagem na sua pele sem ter, antes, uma certa prática. Por isso, dê preferência para os tutoriais que fazem contorno com pó (os produtos podem ser um bronzer, um blush mais amarronzado ou até mesmo um pó compacto num tom mais escuro). Várias YouTubers apostam nisso, é mais fácil e dá certo!

E aí, tem mais dicas para compartilhar com a gente? Assim como falamos lá no início, este é um post colaborativo: vamos continuar conversando sobre o assunto nos comentários!

VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHA

sozinha
Foto: Reprodução/Tumblr

Eu sei que, neste momento, tudo parece muito complicado. 

Às vezes, a gente sente que ninguém nos entende. Se gritamos “A”, ouvem “B” e tudo se enrosca: o problema acontece ali na interpretação dos outros e, mais uma vez, a culpa é sua.

Você não quis causar confusão, só que o circo todo estava armado. E, nele, você fez o papel de palhaça – enquanto toda a plateia riu de uma bobagem que eles pensaram ter sido causada por você.

Não teve piada. Não teve graça.
Ninguém pediu para fazer parte disso tudo.

Sabe quando as companhias parecem não se encaixar mais com a gente? Os papos vão mudando e você se espanta ao perceber que todas aquelas palavras destoam muito de quem você é, da sua essência e de sua realidade. Será que foi você quem entrou na sala errada ou as pessoas é que mudaram e, por todo este tempo, você nem havia notado?

Se a gente for além neste fluxo de pensamento, vamos achar que o mundo continuou igualzinho e todas as mudanças aconteceram em você. Mesmo que tenha sido o contrário, não importa: nada se encaixa.

Tudo faz doer.
Tudo faz sofrer.

Então você se isola. Porque parece que, ao redor de toda essa gente, o seu copo transbordou e começou a vazar. É igual ficar com uma roupa molhada quando está frio: nós esfriamos. Sempre tem o momento em que precisamos nos levantar e fazer alguma coisa. Trocá-la.

Mas você não pode mudar todo o seu cenário assim, de uma hora pra outra. Não pode trocar as pessoas e sua rotina, sabemos bem. Mas tem algo, sim, que você pode fazer para mudar tudo isso.

Lembre-se de que, para trocar o velho pelo novo, não precisamos ir muito longe.

Não é preciso se fechar ou perder as esperanças de encontrar uma companhia melhor do que a sua própria, algum dia, em algum lugar.

É só partir do princípio que somos tantos e plurais, então, por que não? Pode ter certeza de que existe muita gente que pensa igual a você. Que te aceitaria como é. Que não te julgaria por detalhes e também não te interpretaria mal na menor das circunstâncias.

Sua vida não se resume apenas a aquele grupo fechado, que faz questão de te botar para baixo. Perto do que ainda vem, eles são apenas poeira.

Uma poeira chata, que pode trazer algumas lágrimas nos olhos e, de fato, incomodar. Mas é apenas isso perto de um ser muito maior do que minúsculas partículas.

Agora levante-se, sacuda esta roupa empoeirada e siga em frente.
Caminhe confiante, tendo a certeza de que tem coisa melhor vindo por aí.

SÉRIES E FILMES: CINCO TEORIAS INTELIGENTES PARA FICAR DE OLHO

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

E aí, tem acompanhado muitas séries atualmente? Já viu os filmes mais falados do momento? Se a resposta foi sim para as duas perguntas, pode esperar que este post vai explodir a sua cabeça! Aliás, fica o alerta: se você não está na temporada atual das séries que aparecem no texto ou ainda não assistiu aos filmes citados, lembramos que este post terá possíveis spoilers, então tome cuidado! Agora, se você é uma pessoa destemida e curiosa, vamos com tudo: selecionamos cinco teorias mega interessantes de séries e filmes que amamos. Tem “Game of Thrones”, “Divertidamente”, Mundo DC, “Hora de Aventura” e “Pretty Little Liars”. Olha só!

  • Série: Game of Thrones | Teoria: Origem de Jon Snow

Está acompanhando a sexta temporada de “Game of Thrones”? É agora que as teorias fervem, considerando o fato de o sexto livro não ter sido terminado e publicado! Por isso, fica ainda mais interessante conversar e debater sobre tramas possíveis da série de fantasia. Uma delas, que fala da origem de Jon, faz muito sentido! Será que é verdade?! :O

  • Filme: Divertidamente | Teoria: Monstro da Riley

E não é que um dos filmes mais recentes da Disney também ganhou suposições? Aposto que você já ouviu falar da teoria da Pixar, né? Desta vez, ligaram “Divertidamente” a todas aquelas hipóteses de outros filmes e personagens que já conhecemos. Será real? Ah! Vale a pena se ligar neste canal: tem muitas teorias legais por lá! \o/

  • Filme: Esquadrão Suicida | Teoria: E se o Jared Leto for o Robin?

A teoria acima envolve “Esquadrão Suicida” e “Batman versus Superman” e usa provas, como as tatuagens do Coringa e muitos outros pequenos detalhes para dizer que, na realidade, Jared Leto é Robin, e não o Coringa. :O

  • Série: Pretty Little Liars | Teoria: Sara é Charles e CeCe é Bethany

Assiste a “Pretty Little Liars”? Então vem que aqui tem teoria de “PLL” também! As fãs da série sempre escrevem em Tumblrs e blogs sobre as mais diversas suposições e, agora, temos algumas em vídeo! \o/ A especulação da vez é sobre CeCe e Sara. Dê o play para entender!

  • Série: Hora de Aventura | Teoria: A Origem de Finn

A teoria acima aborda a origem de Finn. Isso mesmo! \o/ Você sabe de onde ele veio? Qual é a verdadeira importância dele para a série? Estas são questões da teoria, que dá uma resposta bastante inusitada.

A sua cabeça também está dando um nó?! 😛 Haha. São muitos fatos para levar em consideração, né? Que tal nós continuarmos conversando sobre as teorias aqui nos comentários? Pode soltar a mão no teclado! Quero ver a sua opinião aqui embaixo! \o/

LEIA ATÉ O FINAL

leitor
Foto: Reprodução/Tumblr

Não consigo entender a mente de quem não gosta de ler, mas tenho um palpite: ao certo, a pessoa nunca deve ter concluído uma boa obra.

Um livro faz com que você chegue às páginas finais com todo o conhecimento adquirido pelo personagem principal, mas em sua própria bagagem. A história te faz rir, se apaixonar, se surpreender, talvez chorar e também experimentar um mar de outras emoções por e com pessoas que você nem conhece.

Gente que, na maioria das vezes, nem existe.

E nem são só pessoas. São criaturas, criações, coisas, palavras, situações: nada precisa ser de carne e osso. É a tinta no papel que, no momento em que você corre os olhos pelas folhas amareladas, sobe pra cabeça e passeia por sua mente, criando um novo sentido completo.

Um livro expande seus horizontes. Te mostra que a vida pode ser muitas outras em um mesmo dia.

Te permite viajar sem um único centavo no bolso e interpretar a vida através dos olhos de quem é totalmente diferente de você. Te dá argumentos, além de uma nova visão de planos e sonhos, da adrenalina da ação que você jamais pensou em fazer e também te entrega o sabor do romance que você ainda não experimentou.

São histórias que ensinam, que encantam, que nos preenchem com algo que talvez a vida real nunca possa nos dar. Também existem aquelas que nos inspiram: não precisam exatamente espelhar nossas vidas, mas seus significados mais profundos ficam.

Marcam e estimulam.

E não tem como não amar cada página, as construções dos personagens e cada uma das surpresas feitas especialmente para estarem ali, naquele pedacinho, e gerarem um outro sentido lá nas páginas seguintes. Tudo muito bem pensado e arquitetado para nos fazer mergulhar no enredo, nadando na riqueza de outra vida em um simples conglomerado de papéis.

E aquele que não lê, perde um mundo inteiro de uma vida nova, que nos faz ir além.

De fato, se eu tivesse que dar um conselho para aquele que não consegue passar das terceiras páginas, falaria apenas sobre o primeiro item essencial na leitura, que é a persistência. Essa é uma prática que você ainda não domina – mas, aos poucos, aprenderá a lidar com ela. Por isso, apenas continue. Acredite: ao final do primeiro livro, você simplesmente não parará mais.

Para cultivar o amor comum ao leitor, continue em frente e leia até o final.